Assim que se concluiu a fase de grupos da Copa Ibérica 7, consequentemente se fez a primeira triagem entre as 17 equipas presentes e as expectativas não saíram goradas dada a competitividade constatada em todos os grupos, com destaque para os grupos B e D que necessitaram mesmo de um desempate para encontrar os conjuntos qualificados para a próxima fase. Já os grupos A e C, apesar de bem disputados, foram resolvidos de forma bem mais pacífica

No Grupo A, Balizas – Auto Manaiacar salientou-se como a líder isolada, não tendo sido derrotada nas quatro jornadas que disputou (registou três triunfos e uma igualdade), seguindo em frente na companhia de Telmo Peloqueros, a única equipa espanhola que sobreviveu à razia que se reflectiu no afastamento das restantes equipas do país vizinho presentes na competição ao ter derrotado e consequentemente remetido a Associação Angolana de Minifootball à Silver Cup na derradeira ronda que em simultâneo definiu qual a equipa que seria desde logo afastada de competição; numa verdadeira ‘final’ que completou a jornada, AD Pastéis derrotou Barcafut e segue para a Silver Cup. Já a equipa minhota não evitou a eliminação.

O Grupo C foi vencido pela bicampeã em título Florgrade, que havia derrotado Comerpesca no primeiro dia e este Sábado bateram Maciça e por fim Tropa do Morro, não sem antes da equipa campeã da Elite do Porto ter apresentado excelente resistência e ter mesmo estado em vantagem no confronto entre os dois conjuntos. No final, Florgrade venceu, completou o pleno de vitórias, mas o esforço de Tropa do Morro seria recompensado com a qualificação para os quartos-de-final com o segundo lugar da classificação apesar de não ter conseguido evitar a derrota.
O Grupo B, como esperado, foi resolvido palmo a palmo, ponto a ponto…e golo a golo: depois de disputadas as três jornadas, Valdera, La Salette e Selección Euskadi F7 contabilizavam 6 pontos, o que obrigou a uma contabilização dos golos marcados pelos três conjuntos, o que afastou de prova a equipa espanhola e voltou a colocar Valdera e La Salette lado a lado e a decidir o posicionamento do primeiro e segundo classificados através da aplicação do critério do confronto directo entre ambos – La Salette derrotou Valdera por 2-1.

Ainda mais acesa foi a luta pelo apuramento no Grupo D, que iniciou a última jornada com Bonde Sem Freio na liderança com Dream Team e ARCOV em igualdade pontual e dessa forma com as mesmas legítimas esperanças de apuramento. Com o triunfo de ARCOV sobre o Bonde, voltou a ter de recorrer-se à Matemática para definir as equipas qualificadas – apesar do desaire, Bonde Sem Freio segurou o primeiro posto através do desempate por golos marcados, ao passo que a total igualdade entre Dream Team e ARCOV conduziu ao factor seguinte de desempate que esteve no confronto directo entre ambos os conjuntos e nesse registo Dream Team bateu ARCOV por 2-1 na 2ª jornada, o que garantiu a passagem aos quartos-de-final à equipa portuense. Tendo em conta a equidade de forças, as rondas a eliminar prometem emoção…